Serviços

Ampemel

  • facebook
  • twitter
Ampemel
Serviços
Toda empresa necessita, em algum momento em seus negócios, dos serviços de um advogado ou de um contador, mas nem sempre precisa manter funcionários fixos nessas áreas.

Os nossos associados têm acesso a esses serviços por meio de parceiros, trabalhando em regime terceirizado para atender sob medida às suas necessidades, apoiados pela segurança e credibilidade da associação.


Como montar uma empresa

Começar um negócio próprio é uma decisão muito importante, que necessita de muita reflexão e planejamento. A seguir, algumas informações essenciais para auxiliar nesse processo.

» Para abrir uma empresa
» Perfil Empreendedor
» Mercado
» Plano de negócios
» Administrando a empresa
» Como abrir a empresa
» Etapas e documentos necessários para abrir seu negócio

Para abrir uma empresa

Além da iniciativa por parte do fundador empreendedor, é fundamental o conhecimento do ramo de atuação, do mercado como um todo e a elaboração de um plano de negócios. Esses três fatores determinam a viabilidade do projeto.

Perfil Empreendedor

A essência do empresário de sucesso é a busca por novos negócios e oportunidades, e a preocupação sempre presente com a melhoria do produto ou dos serviços oferecidos. O empreendedor mantém constante busca por novos caminhos e novas soluções, com base na identificação das necessidades das pessoas. No entanto empreender também envolve a manutenção do funcionamento da empresa, com conhecimentos em administração e liderança de pessoas. O empreendedor deve possuir essas qualidades para gerir seus negócios com competência.

Mercado

Ao escolher um ramo de negócio o futuro empresário deve analisar o mercado, tanto o segmento em que pretende atuar como a conjuntura econômica naquele momento.

Avaliar quem são seus concorrentes, quem seriam seus fornecedores e, acima de tudo, quem busca como clientes. E determinar dados básicos como o preço de venda, volume mínimo de compra de matéria-prima e o preço de venda de seus concorrentes.

Dessa forma terá informação suficiente para estudar a viabilidade mercadológica de seu empreendimento e também elaborar o plano de negócios.

Plano de negócios

O plano de negócios serve para detalhar e examinar as ideias, tornando mais claros e precisos os caminhos e recursos necessários. Ele estrutura a futura empresa e permite visualizar o que significará sua presença no mercado. O planejamento não evita riscos, mas ajuda a prevení-los e possibilita fazer as correções de rumo que forem necessárias. Além de determinar a viabilidade permite estabelecer metas e traçar cenários a médio e longo prazo.

Administrando a empresa

O Fluxo de caixa é um instrumento gerencial de extrema importância na tomada da decisão empresarial, tendo como objetivos básicos a coleta e a organização dos dados e a geração de subsídios para análise de desempenho financeiro e para efetuar previsões orçamentárias.

Os empresários têm-se preocupado cada vez mais com as operações de fluxo de caixa, devido a algumas constatações mercadológicas dos últimos anos, a saber: mercado acentuadamente vendedor (oferta maior do que procura); queda das margens de lucro; aumento da defasagem entre os prazos de pagamento e de recebimento; considerável elevação dos índices de inadimplência; e custo financeiro elevado para captação de recursos. Mais do que simples informativo, o fluxo de caixa é instrumento para análise do desempenho empresarial e para previsão orçamentária, e portanto suas operações necessitam de atenção redobrada.

Como abrir a empresa

Os dados a seguir são de caráter informativo. Sempre consulte um profissional contabilista no processo de constituição de empresa.


Formas jurídicas Para abrir ou constituir uma empresa, é necessário definir sua forma jurídica. A forma jurídica determina a maneira pela qual ela será tratada pela lei, assim como o seu relacionamento jurídico com terceiros. As formas jurídicas mais comuns para micro e pequenas empresas são Empresário e Sociedade Limitada.

Enquadramento tributário
A pequena empresa pode adotar três formas diferentes para o cálculo e o recolhimento dos impostos junto ao Governo Federal: o Empreendedor Individual, o regime Normal ou o Simples Nacional.

Empresário
É aquele que exerce individualmente e de maneira organizada atividades voltadas para a produção ou comercialização de bens e serviços, sendo obrigatório seu registro na Junta Comercial. Não há a presença de sócios e o proprietário assume integralmente a responsabilidade pelos resultados e riscos.
Nesse tipo de empresa, o dono responsabiliza-se pelas obrigações da empresa, que são ILIMITADAS, isto é, o patrimônio pessoal pode ser exigido para o pagamento de certas dívidas, como por exemplo: débitos trabalhistas, com fornecedores, tributos, etc.
Fonte: Sebrae

Sociedade Limitada
Nesse tipo de empresa duas ou mais pessoas associam-se para a criação de uma pessoa jurídica, com existência e patrimônio distintos da pessoa física dos sócios. Quem exerce a atividade empresarial é a sociedade (representada pelos seus administradores), e quem responde pelas dívidas contraídas é o patrimônio da sociedade. Em síntese, a responsabilidade dos sócios é limitada.
Em caso de indícios de abuso ou confusão patrimonial, a personalidade jurídica pode ser desconsiderada, respondendo então os sócios e administradores pelos débitos.
Fonte: Sebrae

Empreendedor Individual
É o empresário individual com receita bruta ano de até R$36.000,00, que tenha um empregado que ganhe salário mínimo ou o salário mínimo da respectiva categoria profissional e não possua mais de um estabelecimento nem participe de outra empresa como titular, sócio ou administrador. Nessa modalidade, o recolhimento dos impostos e contribuições é feito em valores fixos mensais.
Fonte: Sebrae

Simples e Normal
O regime Simples é destinado às empresas que - com possibilidade de enquadramento - se beneficiarão da redução e simplificação de tributos, além do recolhimento de um imposto único. O enquadramento no SIMPLES está sujeito à aprovação da Receita Federal e leva em consideração a atividade e a estimativa de faturamento.
Já no Regime Normal as empresas recolhem os impostos da forma convencional, cumprindo todos os requisitos previstos em lei para cada imposto. Além dos tributos federais, no Regime Normal podem ser devidos impostos e contribuições para o Governo Estadual (ICMS) e Municipal (ISS).
Fonte: Sebrae

Etapas e documentos necessários para abrir seu negócio

As listas a seguir são de caráter informativo. Sempre consulte um profissional contabilista no processo de constituição de empresa.


Firma Individual

1ª Etapa: Junta Comercial - Busca (nome). Formulário de Firma Individual (4 vias); Requerimento Padrão da Junta (capa); Declaração de Microempresa (3 vias); CGC - Ficha de Inscrição Modelo 1 (3 vias); CPF e RG do titular, cópia autenticada (2 cópias); Taxas (pagas no Banco) - DARF e GARE; Comprovante de endereço (IPTU da sede da Empresa) - frente e verso;

2ª Etapa: Secretaria da Fazenda - CPF e RG do titular, cópia autenticada; toda a documentação registrada na Junta Comercial; Declaração Cadastral DECA (4 vias); Livro Modelo 1 (Indústria) e 1A (Comércio); Cópia autenticada do IPTU (Ano Base) da sede da Empresa (frente e verso); Cópia autenticada do Contrato de Locação para fins comerciais, registrado em cartório; ou comprovante de propriedade do Imóvel; Comprovante original de residência do titular da empresa; Taxa (paga no Banco)

3ª Etapa: Prefeitura - GDC (CCM). Guia de Inscrição (2 vias); toda a documentação registrada na Junta Comercial; CPF e RG do titular, cópia autenticada; Cópia autenticada do IPTU (Ano Base) da sede da empresa (frente e verso); Caso a empresa também preste serviços: Livros Mod. 51 e 57 e Declaração de Microempresa.

Sociedade Ltda. Mercantil e Mercantil com Prestação de Serviços

1ª Etapa: Junta Comercial - Busca (nome). Contrato Social; Requerimento Padrão da Junta (capa); Declaração de Microempresa (3 vias), se for o caso; FNC: Folhas 1 e 2 (2 vias de cada); CGC - Ficha de Inscrição Modelo 1 (3 vias); CPF e RG do titular, cópia autenticada; Taxas (pagas no Banco) - TCEC e GARE; Comprovante de endereço.

2ª Etapa: Secretaria da Fazenda - CPF e RG do titular, cópia autenticada; Toda a documentação registrada na Junta Comercial; Declaração Cadastral DECA (4 vias); Cópia autenticada do IPTU (Ano Base) da sede da Empresa (frente e verso); Cópia autenticada do Contrato de Locação da sede da empresa para fins comerciais, registrado em cartório; Comprovante original de residência de todos os sócios da Empresa; Livro Modelo 1 (Indústria) e 1A (Comércio); Taxa (paga no Banco).

3ª Etapa: Prefeitura - GDC (CCM). Guia de Inscrição; Toda documentação registrada na Junta Comercial; CPF e RG do titular e sócios, cópia autenticada; Cópia autenticada do IPTU (Ano Base) da sede da empresa (frente e verso); Caso a empresa também preste serviços: Livros Mod. 51 e 57; (Rua Senador Queiroz, 295); Declaração de Microempresa. S/C Ltda.

Prestadora de Serviço

1ª Etapa: Cartório de Registro Civil de Pessoa Jurídica - Busca (nome). Contrato Social com firma reconhecida (3 vias, ou 4 vias caso seja registrada em órgão de classe); Requerimento Padrão da Junta (capa); Declaração do Cartório de Microempresa - RTD (adquirida no cartório, 2 vias); cópia autenticada de CPF e RG dos sócios; Taxa cobrada pelo cartório com o capital social.

2ª Etapa: Receita Federal - Contrato Social registrado; CPF da pessoa que assina o CGC (cópia autenticada); CGC: Ficha de Inscrição Modelo 1 (3 vias).

3ª Etapa: Prefeitura GDC (CCM) - Guia de Inscrição; Contrato Social registrado; cópia autenticada do CPF e RG do titular; Cópia autenticada do IPTU (Ano Base) da sede da Empresa (frente e verso); Livros Mod 51 e 57. ENDEREÇOS ÚTEIS - SÃO PAULO

Junta Comercial do Estado de São Paulo
Rua Barra Funda, 836 - São Paulo / SP - CEP 01152-000
Telefones: PABX (11) 3826-7599
www.jucesp.fazenda.sp.gov.br

Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo
Avenida Rangel Pestana, 300
Centro - Sé - São Paulo - SP
www.fazenda.sp.gov.br

Receita Federal
Lapa
Rua Schilling, 512 - V. Leopoldina 05302-000 - São Paulo - SP
Centro
Av. Prestes Maia 733 - 2º andar / sala 204 - Luz - CEP: 01031-905



R. Joaquim Floriano, 466 - Conj.1211
Itaim Bibi - São Paulo
CEP: 04534-002
Tel: (11) 2307 - 4500
© COPYRIGHT 2010 - AMPEMEL
Desenvolvimento: Webkeepers